PT - BR
English Portuguese (BR)
Para candidatos

Como se comportar em uma entrevista de emprego

Ana Paula Bartels 30 de Agosto de 2022

Processos seletivos no geral podem ser bastante estressantes para candidatos. Ainda mais para aquela vaga tão desejada, não é mesmo? A dica de ouro nesse momento é pensar como um recrutador ou gestor da área: quem é a pessoa ideal para aquela posição?

Interview with the best companies onstrider.com

O maior desafio enfrentado por hiring managers é encontrar candidatos qualificados e, logo depois, identificar potencial mesmo que os candidatos não tenham o match perfeito de habilidades exigidas. Isso é o que mostra uma pesquisa recente sobre contratações na área de tecnologia, feita pela CodinGame e CoderPad.

Então, como se posicionar como um candidato qualificado com grande potencial? Para mostrar isso da melhor forma você deve se preparar muito bem antes do encontro com o recrutador, saber o que perguntar para ele e conseguir demonstrar grande interesse na empresa durante todo o processo.

Neste artigo você descobrirá como trabalhar todos esses pontos para se sair bem em uma entrevista e se destacar para os recrutadores!

Como se preparar antes da entrevista

Land your dreamjob onstrider.com

Os primeiros passos para passar uma boa primeira impressão começam antes mesmo da entrevista, desde o primeiro contato com o recrutador.

Você com certeza já recebeu mensagens de recrutadores com abordagens distintas e pôde perceber o impacto da boa preparação na qualidade da comunicação e consequente abertura para os próximos passos. Provavelmente você se sente mais à vontade e aberto para uma conversa quando percebe que o recrutador ou recrutadora fez uma pesquisa aprofundada sobre sua trajetória e demonstrou um interesse genuíno em seu perfil.

Portanto, tente você também causar uma boa primeira impressão quando receber um convite de entrevista. Pense na interação como uma via de mão dupla e se prepare para avaliar e ser avaliado focando em 3 pontos principais:

Pesquise sobre a empresa

Seu objetivo deve ser coletar o máximo de informações possível sobre o outro lado. Por isso, analise tudo o que você encontrar disponível sobre a empresa. Aqui entram:

  • Redes sociais, para conhecer o posicionamento e o público.
  • Site e blog, para saber mais sobre o produto ou serviço que a empresa oferece.
  • Notícias, para ver como ela é vista pelo mercado.
  • LinkedIn, para conhecer as pessoas do time.
  • Glassdoor, para mais informações sobre salário, processo seletivo e experiência dos funcionários.
  • Crunchbase, para informações sobre investimentos.

Separe ao menos 1 hora do seu dia para fazer essa pesquisa de forma aprofundada, para entender bem quem é o seu possível empregador e ter todas as informações sobre o mercado em que ele está inserido. Mostrar conhecimento em ambos vai te destacar como candidato, deixando claro o seu engajamento e interesse no processo.

Um exercício rápido para conferir se sua pesquisa foi satisfatória é tentar responder perguntas básicas sobre a empresa, e as que você não conseguir responder podem servir de insumo para preparar as suas próprias perguntas para a entrevista.

Algumas perguntas que você pode procurar responder:

  • Quais problemas o produto ou serviço resolvem.
  • Quais são os maiores valores que oferecem para os clientes.
  • Quem são seus principais concorrentes.
  • Como a empresa se divide internamente.

Não deixe de descrever tudo aquilo que te chamou a atenção, seja positivo e que a empresa explora bem, ou negativo, como as oportunidades que a empresa pode estar deixando passar. Essa é uma informação valiosa que também pode ser usada na entrevista, demonstrando o seu conhecimento sobre a área, além da capacidade de analisar o contexto da empresa e da proatividade em propor melhorias.

Revise sua trajetória

Quem está recrutando um candidato procurará aquela pessoa que melhor preenche a vaga disponível. Então você precisa provar que é a pessoa certa.

Para isso, reveja a descrição da vaga ou todas as informações que você possa ter sobre aquela posição, sempre levando em conta os valores e cultura da empresa. Quais experiências mostram que você tem as habilidades e conhecimentos procurados?

Faça um paralelo, pensando em toda sua trajetória, com as atividades a serem desempenhadas e tudo aquilo que é obrigatório. Não se preocupe em preencher todos requisitos, foque em como você poderia solucionar os desafios daquela vaga com aquilo que você já trabalhou até o momento.

Por exemplo: você pode não ter tido um cargo de liderança, mas é a referência técnica para o time atual e se interessa pelas funções e responsabilidades da posição. Ou então você nunca mexeu com aquela ferramenta específica, mas tem experiência com outra muito parecida e já sabe quais cursos poderia fazer para conseguir o conhecimento necessário.

Se organize

Para não deixar a ansiedade ou nervosismo atrapalharem no dia da sua entrevista, e acabar passando uma imagem de desorganização e despreparo, é importante que você faça essas ações com antecedência:

  • Treine com pessoas próximas a você, que se sintam à vontade para passar feedback sincero e realmente te ajudar a melhorar.
  • Durma bem, principalmente no dia anterior, pois o sono pode atrapalhar o seu rendimento e cognição.
  • Tenha todos os materiais que possam te auxiliar no dia, como portfólio, descrição da vaga, perguntas para serem feitas. Uma forma de fazer isso é deixando abas abertas para o momento da entrevista ou organizá-las em grupos, para acessar a informação necessária rapidamente e não se embaralhar. Não conte apenas com a memória!

O que falar durante a entrevista

Nail job interviews onstrider.com

Existem recrutadores que seguirão a entrevista com um roteiro pré-definido de perguntas, baseado naquilo que está sendo avaliado. Outros conduzirão uma conversa mais fluida e baseada, principalmente, nas respostas que você der.

Mas, independente de qual forma as perguntas forem feitas, você deve ter em mente que toda essa interação é entre pessoas. Sendo assim, existem algumas técnicas de comunicação que podem te ajudar a ter uma boa entrevista e mostrar que você é o profissional mais qualificado para aquela vaga.

Mostre os seus resultados

Falar sobre suas ações para comprovar um conhecimento ou habilidade pode ser muito positivo, mas apenas se vier acompanhado de resultados. Esses resultados são exatamente o que farão os olhos dos recrutadores brilharem e mostrarão como o seu desempenho na realização daquela tarefa foi satisfatório.

Existem duas formas muito eficientes para dar enfoque nos resultados e que conseguem prender a atenção de quem estiver te entrevistando: o método S.T.A.R. e a técnica de storytelling.

S.T.A.R.

Nesse método você pontuará esses 4 aspectos quando falar de uma experiência:

  • Situação: descreva detalhadamente o contexto da sua ação (o quequando e onde).
  • Tarefa: fale sobre as funções a serem cumpridas, problemas a serem resolvidos e responsabilidades definidas.
  • Ação: conte como você resolveu o principal problema e desafios enfrentados no percurso.
  • Resultados: demonstre tudo aquilo que você conseguiu alcançar. Dê preferência para resultados quantificáveis e não se esqueça de contar quem você ajudou no processo e como o seu trabalho foi reconhecido pelo time.

STORYTELLING

Essa técnica nada mais é que contar uma história. Você pode fazer isso construindo uma narrativa:

  • Falando em ordem cronológica, localizando a história em um espaço de tempo.
  • Revelando os personagens, ou seja, todas as pessoas envolvidas na sua jornada.
  • Descrevendo os conflitos, que são o ponto alto da sua história, e citando como eles foram superados.
  • Mostrando os resultados e ensinamentos alcançados ao final. Para isso pense em quais conhecimentos você quer demonstrar experiência, baseado no que está sendo buscado para a vaga, e defina quais resultados você teve que provam isso da melhor forma.

Faça boas perguntas

Uma forma muito boa de evidenciar seu interesse e, ao mesmo tempo, suas habilidades interpessoais é fazer perguntas inteligentes durante a entrevista. Utilize as informações que você conseguiu durante a preparação para saber mais sobre quais são os desafios do cargo, a cultura da empresa, o mercado no qual ela está inserida e mais.

Alguns exemplos de perguntas para fazer: O que vocês estão procurando em um candidato para essa posição? Quais são os principais desafios que a empresa tem atualmente? Se eu fosse aprovado no processo, quais seriam as expectativas para os meus primeiros meses?

Outra opção é buscar aquelas perguntas não respondidas que foram abordadas no primeiro tópico desse artigo. Assim, você terá mais oportunidades de se destacar como candidato e mostrar como você é a pessoa ideal para aquela posição — afinal, informação é poder!

Deixe uma sugestão de produto

Pensando nas oportunidades que o mercado tem, a partir da sua pesquisa de preparação e em todo o conhecimento que você já adquiriu sobre a empresa, você pode dar uma sugestão de novo produto ou serviço ou de como melhorar um produto ou serviço já existente.

Essa é uma maneira de demonstrar autoridade em sua posição e como você pode, na prática, contribuir com a empresa. Então, pense em uma proposta que seja condizente com a sua área e o seu cargo, e lembre-se: sua sugestão não precisa ser algo mirabolante. O importante é demonstrar compreensão sobre o contexto da empresa e proatividade para sugerir soluções.

Pergunte sobre os próximos passos

É importante mostrar interesse no processo seletivo e saber quais são as todas etapas, para definir quais ações deve ter com o recrutador. Por isso, não deixe de perguntar os próximos passos, datas e como você pode entrar em contato com a pessoa responsável pelo processo.

Caso você já queira ter uma noção do seu desempenho até o momento, ou saber onde precisa melhorar, também peça um feedback de como está indo. Além disso, se estiver fazendo uma entrevista em inglês, peça para o recrutador falar como está a sua pronúncia, se tem muitos erros e se está sendo bem compreendido.

O que fazer depois da entrevista

Be the best candidate onstrider.com

Uma pesquisa conduzida pela TopResume mostrou o que os recrutadores consideram mais importante ao avaliar um candidato, sendo o potencial o principal atributo para 45% dos profissionais, seguido pela experiência (37%), a personalidade (16%) e a educação (2%).

Considerando que o potencial e a personalidade de um candidato são percebidos através de suas ações durante o processo seletivo e a entrevista, pelo menos 61% dos recrutadores valorizam mais as atitudes do que atributos técnicos em si.

Sendo assim, não é porque sua entrevista acabou que as ações para demonstrar iniciativa devem terminar. O processo de seleção continua e esse pode ser um momento crucial para se colocar como uma pessoa proativa e com alto potencial.

Envie um e-mail de agradecimento

Um e-mail de agradecimento te ajudará bastante a manter uma relação com os recrutadores responsáveis. Em primeiro lugar, fique de olho no tempo para o envio do e-mail, pois a demora pode te fazer perder o momento da decisão. Mas também não se apresse demais para não acabar escrevendo algo errado. Um tempo de até 24h depois da entrevista é o mais indicado.

Em segundo lugar, relembre os seus pontos positivos, suas experiências e principais conhecimentos. Refresque a memória dos recrutadores e mantenha um tom positivo de agradecimento pela disponibilidade e oportunidade.

Por fim, tente retirar possíveis objeções que eles demonstraram ter quanto à sua candidatura. Cuidado para não ficar apenas uma fala vazia, prove o que você já fez para superar o que falta.

Algo para tomar cuidado: escreva de maneira correta. Erros graves de gramática vão manchar a sua imagem para os recrutadores e podem causar mais dano do que deixar de enviar a mensagem. Se você está pensando em escrever em inglês, venha dar uma olhada neste artigo com dicas e exemplos para escrever um bom e-mail profissional.

Acompanhe o processo

Fique de olho nas datas do processo para saber como está o andamento da vaga e de cada etapa. Se atente para não “ficar em cima” dos recrutadores, pois essa atitude não passa uma boa mensagem. Caso eles demorem na resposta, espere até o dia seguinte do prazo repassado à você antes de entrar em contato perguntando se a decisão já foi tomada.

-

Gostou das dicas? Continue acompanhando nosso blog e redes sociais para saber como se destacar como candidato e conquistar oportunidades relevantes para sua carreira.

Recommended for you
Para candidatos

Guia definitivo para escrever emails profissionais em Inglês

Neal Kemp
Para candidatos

Como se comportar em uma entrevista de emprego

Ana Paula Bartels